Trilhas de aprendizagem | uma ótima estratégia para desenvolver competências.

Uma estratégia poderosa para desenvolvimento de pessoas e negócios, reduz drasticamente custos e acelerar a velocidade da aprendizagem.

O mundo do trabalho, em permanente mudança, exige dos profissionais conhecimentos que vão muito além do saber específico de sua área de atuação. A polivalência, a multifuncionalidade e a capacidade de cooperar adquirem importância cada vez maior.

Entendendo que “profissionalizar-se” significa adquirir saberes e recursos de saber-fazer (agir/praticar) para desenvolvimento de competências, propomos a elaboração de Trilhas de Aprendizagem, que terão a função de indicar aos colaboradores da Empresa caminhos que podem ser trilhados na busca do conhecimento relevante para a sua atuação profissional, contando com um fator primordial para o desenvolvimento de pessoas, que é o querer, fator intrínseco e pessoal, que normalmente no ambiente coorporativo é terceirizado para a empresa.

Nesse contexto, as trilhas (caminhos) foram desenhadas visando qualificar os colaboradores da empresa para poderem assumir novas atividades e ou responsabilidades, alinhadas as necessidades de expansão da Empresa, uma estratégia poderosa para assegurar o desenvolvimento do negócio.

 Trilha de Aprendizagem

As trilhas de aprendizagem consistem em conjuntos integrados e sistemáticos de ações de desenvolvimentoque recorrem a múltiplas formas de aprendizagem, visando à aquisição e ao desenvolvimento de competências – conhecimentos, habilidades e atitudes – requeridas para o desempenho profissional dos colaboradores da Empresa.

Processo de desenvolvimento das trilhas de aprendizagem Empresa

Considerando a demanda de profissionais em cargos de gestão e o ritmo necessário para assegurar a expansão das pessoas que respondem por processos chaves da empresa, percebemos que a dificuldade para o desenvolvimento de pessoas “transmissão do conhecimento” de uma forma sistemática, entendemos que o conhecimento é parte fundamental para que possamos desenvolver competências, porem o conhecimento sem o complemento das devidas práticas poderá não gerar aprendizado, ou seja, sem resultados, portanto nesta proposta privilegiamos o aprendizado gerado através de muita prática nas atividades chaves, apoiado por conjuntos integrados e sistemáticos de ações.

Após a criação das trilhas por áreas e ou processos a empresa pode contar com uma poderosa ferramenta que assegura o caminho (receita) para desenvolver quantas pessoas necessitar, a definição deste processo é uma das estratégias que auxiliam em muito na gestão de seu diferencial seu “Know How”.

Estrutura

Toda trilha tem seus objetivos de aprendizagem específicos que estão vinculados às áreas do que serviram de base para a identificação das soluções de aprendizagem. Essas soluções se inserem em três diferentes tipos de arquitetura instrucional:

Diretiva –soluções interativas, baseadas na aprendizagem instrutiva que permite a construção gradual do conhecimento. Exemplos: cursos presenciais, os cursos on-linee as disciplinas on-line.

Informativa –soluções receptivas, baseadas na aprendizagem com absorção passiva do conhecimento. Exemplos: palestras, livros, vídeos, dicas, políticas e procedimentos.

Descoberta guiada –soluções colaborativas que partem da utilização de problemas reais para acelerar o aprendizado por meio da experimentação. Exemplos: estudos de caso ou desafios investigativos, visitas técnicas, estágios, treinamentos em serviço e planos de ação.

As soluções de aprendizagem representam o conjunto de formas de aprendizagem previstas para cada trilha (formais e informais). A definição dessas soluções é realizada por meio da correlação entre metodologias de aprendizagem, andragogia, práticas e rotinas organizacionais, ou seja, a trilha irá disponibilizar todos os recursos necessários para o desenvolvimento da competência.

Uma grande vantagem do uso desta metodologia é a aceleração da aprendizagem, cada pessoa aprende de forma diferente, como as trilhas oferecem múltiplas formas de desenvolver  as competência cada colaborador poderá optar em quais soluções de aprendizagem para ele serão mais eficientes e trilhar o caminho que oferecerá ótimas experiência práticas e teóricas para assegurar a proficiência na competência objetivada.

Exemplos de soluções integradas em uma trilha;

  1. Leituras dirigidas | manuais, normas e procedimentos, livros, revistas e artigos
  2. Assistir vídeos
  3. Participar de desafios
  4. Prática assistida em campo
  5. Visita a concorrentes monitorada
  6. Resolução de problemas
  7. Apresentação de cases
  8. Estágio em áreas
  9. Cursos Presenciais ou on line
  10. Aulas
  11. Auditorias
  12. Reuniões…

O colaborador e a empresas podem determinar o ritmo da aprendizagem, dentro de um conjunto de opções, caminhos que a aprendizagem vai ocorrer. Para facilitar a trajetória de aprendizado, o colaborador conta com Guias de Estudos, contendo uma sugestão de sequência a ser percorrida.

Esses guias sugerem roteiros para facilitar o seu processo de aprendizagem, mas, para a fixação dos conhecimentos, é fundamental que o colaborador crie oportunidades para sua aplicação no dia a dia.

Dentro desse formato de estudo, fica a critério de a empresa definir o tempo destinado para a trajetória na trilha, mecanismos de controle o nível de necessidade de proficiência e comprometimento do trilheiro.

Sistema de Avaliação

Para cada trilha, serão desenvolvidos objetivos de aprendizagem por áreas do conhecimento, guias de estudo e uma avaliação, neste caso é fundamental o acompanhamento sistemático do treinando e do setor que este foi submetido (qual o rendimento mínimo esperado por candidato).

Para aprovação e certificação na trilha, a média de aproveitamento na avaliação deverá ser de 70% total, podendo inclusive algumas formas de aprendizagem podem ter necessidades de empenho maior ou menor.

Aliando a metodologia das trilhas de aprendizagem com as ferramentas digitais que a cada dia surgem teremos uma poderosa ferramenta de desenvolvimento dos principais processos e competência da empresa.

A partir do momento que você disponibiliza as principais trilhas de aprendizagem de sua empresa você passa a fazer de forma estratégica a gestão conhecimento, pois todos os processos chaves estarão mapeados, você terá a receita do como as coisas são feitas de forma objetiva.

Então, ficou interessado? Entre em contato conosco e surpreenda-se com as mudanças poderosas que podemos agregar nos hábitos de sua organização!

Vanderlei Petri

Especialista em gestão de pessoas e estratégias

www.petrus.us